skipToMain
Siga-nos:

Acordar cedo, adormecer e reacordar com tudo: o filme da Taça do Brito

Bruno José Ferreira
Futebol \ sexta-feira, junho 10, 2022
© Direitos reservados
Equipa vimaranense entrou praticamente a vencer, mas relaxou e permitiu o empate, de penálti. Regressou para o segundo tempo como sede de conquista e agarrou-se ao caneco.

O Brito é o vencedor da Taça AF Braga 2022. 25 anos depois de conquistar a primeira – e até agora única – taça do seu historial, a vila de Brito volta a festejar com a conquista do troféu, desta feita em Moreira de Cónegos.

Superior na teoria ao seu adversário, já se sabe que Taça é Taça e, por isso, os vimaranenses tinham de mostra à flor do relvado essa supremacia. O capitão Nelson tratou de logo ao quarto minuto adiantar o Brito no marcador ao aproveitar uma má saída do Santa Eulália e fez pairar uma certa facilidade para o Brito SC.

A realidade é que a equipa de Rui Castro, de certa forma, baixou a marcha e ficou à mercê dos vizelenses, que foram acreditando e, instantes antes do intervalo, chegaram ao empate, na transformação de um castigo máximo a castigar pretensa mão na bola de Agostinho.

O intervalo foi bom conselheiro para o Brito, a equipa de Rui Castro veio para a segunda parte disposta a demonstrar a sua supremacia e no espaço de seis minutos fez dois golos, aos 72 e 78, e quase arrumou com a questão, dando início à festa do milhar e meio de adeptos do Brito SC presentes nas bancadas. Marquinhos e Romário foram os marcadores.

Quase porque o Santa Eulália ainda reduziu e acabou por manter a incerteza até ao final. Mas, o Brito SC não desarmou soube aguentar e conquistou, com todo o mérito, o troféu. Depois da conquista em 1997, o ano 2022 volta a ser escrito com letras douradas para o Brito.

FICHA DE JOGO
Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas – Guimarães
CCD SANTA EULÁLIA 2-3 BRITO SC

CCD Santa Eulália: Caló, Rafa, Gil, Azevedo, Fernandes (Luís Oliveira, 76’), Celso, Vitinha (Machado, 76’), João Bruno (Abreu, 63’), Pedro Leite, Marquinho e Jonas (André 85’).
Treinador: Filipe Gonça

Brito SC: Lopes, António, Barbosa, Tiger (Garcia, 62’), Erick (Lenno, 34’), Nelson, Agostinho, Rui, Marquinhos, Júnior (Romário Bahia, 30) e Zé Marco.
Treinador: Rui Castro

Disciplina
Cartões amarelos: Celso (11’), Júnior (12’), Tiger (44’), Agostinho (45+1’), Gil (55’), Pedro Leite (68’), Abreu (75’).

Golos
0-1 – Nelson (4’), 1-1 – Marquinho (45+3’), 1-2 – Marquinhos (72’), 1-3 – Romário Bahia (78’) e 2-3 – Jonas (84’)

Árbitro: Marco Teixeira
Assistentes: Carlos Gonçalves e José Carvalho.