skipToMain
Siga-nos:

Ao “melhor nível”, mas com “realismo”: Vitória regressa à Liga dos Campeões

Redação
Polo Aquático \ quarta-feira, setembro 28, 2022
© Direitos reservados
Na véspera da primeira fase de qualificação, o treinador Vítor Macedo admite força do Tourcoing, clube anfitrião, e do Panionios, e enaltece a “experiência competitiva” que os jogadores vão ganhar.

A inédita experiência de Savona, em 2021, está prestes a repetir-se, agora em Tourcoing, cidade francesa na fronteira com a Bélgica: tricampeão nacional, o Vitória SC vai de novo disputar a primeira fase de qualificação para a Liga dos Campeões.

No ano passado, em Itália, o plantel às ordens de Vítor Macedo perdeu naturalmente frente a adversários mais cotados, como o Montpellier (França) e o Primorac Kotor (Montenegro), mas também logrou um inédito triunfo europeu: derrotou o AZS de Varsóvia por 17-13.

Volvidos 12 meses, o clube quer apoiar-se na experiência europeia da época passada para se apresentar ainda mais forte, entre 29 de setembro e 02 de outubro, para o grupo D. “Entendemos que a equipa campeã de Portugal deve encarar essa participação até no plano da experiência competitiva. Conseguimos reunir as condições para poder participar na Liga dos Campeões, tanto no plano competitivo como organizativo”, esclareceu o técnico, em declarações à Federação Portuguesa de Natação.

O Vitória SC estreia-se no grupo esta quinta-feira, a partir das 20h30 locais (19h30 de Portugal), rente ao EN Tourcoing, um dos dois adversários que Vítor Macedo cataloga de “fortes”; o outro é o Panionios, da Grécia, formação com a qual os vitorianos têm encontro marcado no último dia, 02 de outubro, a partir das 11h00 locais (12h00 portuguesas).

Pelo meio, os homens de Guimarães vão encontrar os dinamarqueses do Kastrup, equipa que se reforço recentemente, no dia 30, às 16h00 locais (15h00 portuguesas), e os bósnios do Banja Luka, às 15h00 locais (14h00 portuguesas) de sábado.

O treinador realçou também que a vitória no torneio Gabon Kopa, em Bilbau, e a ida às meias-finais do Meeting Internacional do Porto – Professor Rui Moreira, na Piscina do Clube Fluvial Portuense, são “bons indicadores” para uma temporada em que o Vitória SC quer “disputar todos os títulos”, a começar pela Supertaça Carlos Meinedo, precisamente contra o Fluvial, a 05 de outubro, em Felgueiras.