skipToMain
Siga-nos:

João Sousa falha quadro principal do US Open pela primeira vez desde 2012

Redação
Ténis \ quarta-feira, agosto 25, 2021
© Direitos reservados
Vimaranense perdeu na primeira ronda de qualificação frente ao italiano Paulo Lorenzi, após duas horas e 42 minutos de jogo. Desfecho interrompe oito presenças consecutivas no quadro principal.

Após oito edições seguidas a competir no quadro principal do US Open, o último dos quatro Grand Slam da temporada, João Sousa está de fora do torneio de 2021 ao cabo da primeira ronda de qualificação.

O português com o ranking mais alto de sempre no circuito ATP – 28.º lugar, a 16 de maio de 2016, após a presença nos quartos de final do Masters 1.000 de Madrid – foi eliminado pelo italiano Paulo Lorenzi nesta terça-feira, pelos parciais de 7-6 (7-5), 1-6 e 75, ao cabo de duas e 42 minutos de jogo.

Num dos vários courts de Flushing Meadows (Queens, Nova Iorque), o vimaranense, 149.º da hierarquia mundial, assumiu a dianteira na maior parte do primeiro set, devido a uma quebra de serviço madrugadora, mas permitiu um break ao adversário, antes de perder no desempate, por tie-break (7-5), que ditou o 7-6 final.

Após um segundo set que comandou de princípio a fim, João Sousa ainda liderou o set decisivo por 2-0, mas permitiu a reviravolta ao 188.º classificado do ranking mundial. O tenista de Guimarães acabou assim eliminado às mãos do atleta que já o derrotara na primeira ronda do US Open de 2017, por 4-6, 6-3, 7-6 e 6-2.

A última vez que Sousa ficara de fora do quadro principal do major norte-americano remonta a 2012. À época 122.º da tabela ATP, o português caiu na primeira ronda de qualificação perante o brasileiro Ricardo Mello, então 167.º do ranking, por 6-3, 6-7 e 6-2.

A melhor prestação do vimaranense no US Open data de 2019, quando atingiu os oitavos de final e caiu perante o sérvio Novak Djokovic, vencedor de 20 torneios Grand Slam, por 6-3, 6-4 e 6-3.