skipToMain
Siga-nos:

Competição perto do regresso... com público nos recintos.

José Carlos Novais
\ sexta-feira, julho 30, 2021
© Direitos reservados
Os árbitros têm os seus objetivos pessoais e coletivos tal e qual como qualquer equipa no início de época.

Abrem-se as cortinas para a próxima temporada, a bola volta a rolar no próximo mês de Agosto e o regresso será aparentemente com mais emoção nas bancadas uma vez que, será autorizada a presença de público mediante algumas medidas de segurança impostas pelo governo português que assim, permite a presença de público para mais uma “nova” realidade a qual já todos estamos habituados.

Neste sentido, tal como as equipas já se encontram num período de pré-época, com a realização de treinos e jogos amigáveis, a preparação das equipas de arbitragem também já se iniciou.

Ao longo deste mês de Julho os árbitros foram sujeitos às respetivas sessões de avaliação de início de época, sendo avaliados quer a nível teórico quer físico. Após a realização deste período de avaliações, o próximo passo será a constituição das equipas de arbitragem que terão de obrigatoriamente ser constituídas mediante o cumprimento dos requisitos e normas dos diversos conselhos de arbitragem para o efeito.

Os árbitros têm os seus objetivos pessoais e coletivos tal e qual como qualquer equipa no início de época, e neste sentido, o objetivo de subida de categoria é certamente uma questão em cima da mesa para todos.

Todas épocas são longas e duras, a que já se aproxima não será com certeza nenhuma execeção, as observações a que são sujeitos regularmente ao longo da época farão parte como seria de esperar e no fim serem importantes para as classificações finais, aproveitando desde já a melhor sorte para todos nesse capítulo e que seja possível atingirem os seus objetivos.

Por fim e não menos importante, esperemos que a situação vivida ao longo destes longínquos meses tragam uma sociedade mais tolerante, mais compreensiva percebendo que um jogo de futebol se resume a isso mesmo, e não fazer de cada recinto desportivo, o local para descarregar todas as suas frustrações e preocupações.

Neste momento seria de salutar acima de tudo os bons valores e a missão que o desporto e o futebol nos deve proporcionar, tais como fair play, ética, respeito, espirito de solidariedade, tolerância para com o próximo.

Desejamos a todas as equipas envolvidas, atletas, árbitros e agentes desportivas as maiores felicidades para a época 2021/2022 o maior sucesso coletivo e individual, principalmente para os novos e jovens árbitros, que mesmo num contexto adverso com inúmeras dificuldades, aceitaram o desafio de se manterem ligados a esta causa.